fbpx

Viajando para Dubai: Dicas e Passeios

Viajando para Dubai: Dicas e Passeios

Dubai é um dos destinos mais populares e desejados no Oriente Médio, com algumas das mais incríveis atrações do mundo. Porém é um país de cultura diferente e é necessário algumas observações referente a cultura antes de simplesmente pegar sua mala e viajar.

 

Segue algumas dicas de como agir em Dubai:

  • Importante é considerar as regras morais de não demonstrar afeto em público, como abraços calorosos e beijos na boca.
  • Os casais podem caminhar de mãos dadas por Dubai e AbuDhabi. Porém é aconselhável evitar andar de mãos dadas o máximo possível.
  • Há restrição para uso de bebida alcoólica. Ela só é permitida em bares, boates e restaurantes vinculados a hotéis que possuam a licença para esse tipo de consumo.
  • Jamais saia com copos e garrafas nas ruas e muito menos fique embriagado em público, pois isso pode trazer algumas consequências desagradáveis a viagem. Se alugar carro, nem pense em dirigir se beber, mesmo que tenha sido apenas uma taça de vinho. DÁ Prisão!
  • Pode fumar cigarros, charutos, cachimbos e Shisha (conhecido no Brasil como narguilê) em lugares apropriados com aqueles cinzeiros grandes. Dentro dos shoppings não é permitido fumar. Nos hotéis e restaurantes também há restrições. Procure saber antes, onde são as áreas de fumantes.
  • Não tente fotografar as mulheres muçulmanas porque isso não é permitido nos Emirados, além de ser falta de respeito com elas.
  • As pessoas que atravessarem uma rua ou avenida fora da faixa de pedestre podem ser multadas por guardas da cidade.
  • Use roupas comportadas, procure evitar blusas muito decotadas, saias justas e vestidinhos extremamente curtos, evitar minissaias, super decotes e barriga de fora.
  • Recomenda-se sempre andar com um xale ou casaquinho na bolsa para jogar sobre os ombros, caso esteja usando uma blusa ou vestido de alcinha ao entrar em algum local fechado, como shoppings e restaurantes. O ar-condicionado dos ambientes indoor costuma gelar, principalmente nos meses de verão (Junho a Setembro). Outra utilidade para o xale ou casaquinho é se cobrir quando visitar um lugar mais conservador no seu city tour.
  • É permitido usar biquínis e sungas nas praias de dubai.
  • Em uma mesquita, como são lugares sagrados, a mulher precisa se cobrir toda à “moda muçulmana”. Na Sheik Zayed Grand Mosque, mesquita de Abu Dhabi, são oferecidas as longas “Abayas” pretas, que são vestimentas típicas das muçulmanas nos Emirados. Já os homens devem estar de calça e tênis ou sapato, pois não podem entrar de bermuda e chinel0.
  • Alguns bares e boates não permitem a entrada de homens usando bermuda e nem chinelo. Trazer uma roupa mais social (estilo esporte fino, ou uma camiseta polo, calça jeans arrumada e sapato) para uma daquelas refeições nos badalados restaurantes, como os do Burj Al Arab um dos ícones de Dubai.
  • Carne de porco é proibida para os muçulmanos, esse tipo de carne é servida em alguns restaurantes, mas ela é preparada separadamente dos demais pratos e marcada claramente no menu.
  • Imagens dos xeiques do país estão por toda parte. Tome cuidado para não desrespeitar as instituições governamentais ou os governantes locais.
  • Mostrar desrespeito perante crenças ou práticas religiosas é considerado profundamente ofensivo e pode resultar em prisão.
  • A mão esquerda é considerada impura, destinada à higiene pessoal. É costume não utilizá-la para comer e para dar e receber algo, como documentos e cartões de visita.
  • Também é considerado falta de educação apontar com o indicador para as coisas. Melhor usar a mão inteira para indicar uma direção.
  • Durante o mês do Ramadã, considerado sagrado, muçulmanos fazem jejum do nascer ao pôr do sol. Comer, beber, fumar, tocar música alta e dançar em locais públicos fora dos horários apropriados é punível por lei. Isso vale também para os não muçulmanos, que não podem ser vistos comendo ou bebendo qualquer líquido antes do horário permitido. Os restaurantes ficam fechados durante o dia. As datas do Ramadan seguem um calendário lunar e mudam a cada ano. Em 2013, por exemplo, foi no mês de julho. É importante levar em conta o período em que cai esse mês religioso ao escolher a data da viagem.
  • Os cartões mais aceitos nos estabelecimentos de todo o país sãoVisa e Master Card. O cartão da American Express não é muito aceito, portanto não recomendamos contar com ele por aqui.
  • As moedas aceitas em Dubai são dólar ou euro. Os dois são muito bem aceitos, apesar do dólar ser mais utilizado.
  • Você pode trocar seu dinheiro em hotéis, mas as taxas são mais altas. O ideal é trocar nos shoppings ou nas casas de câmbio das ruas.

 

São diversos os pontos turísticos em Dubai e Abu Dhabi e há opções para todos os gostos. Anote as dicas de pontos turísticos e planeje a viagem para esse destino.

 

A melhor forma de aproveitar este roteiro é alugando um carro, pois este é a jeito mais prático de se deslocar pela cidade. Algumas atrações de Dubai são distantes umas das outras e com o carro você também pode aproveitar para visitar a cidade de Abu Dhabi.

Um passeio interessante é o Museu de Dubai, que conta a história da cidade e também o estilo de vida do povo árabe através da recriação de cenários e da exposição dos fatos em painéis e galerias multimídia. A visita custa apenas 3 dhs (aprox. R$1,60) e é muito interessante, pois nos permite entender como uma região de deserto tornou-se uma das cidades mais modernas e desenvolvidas do mundo. A sugestão para depois do museu é atravessar o centro de Dubai a fim de conhecer as atrações do distrito de Deira. A travessia do Creek é feita numa embarcação típica chamada abra, custa apenas 1 dirham e proporciona uma ótima vista panorâmica da região.

Do outro lado do canal há duas atrações imperdíveis que merecem ser visitadas. Uma delas é o Mercado de Especiarias (Spice Souk), onde são vendidos produtos como temperos, condimentos e especiarias. A outra atração é o famoso Mercado de Ouro (Gold Souk), um conjunto de lojas especializadas na venda de jóias, principalmente ouro e diamante.

Atravessando o Creek de volta você ainda pode passar pelo Mercado de Bur Dubai e pela Grande Mesquita.

Passear por algumas horas no complexo Dubai Downtown, que representa o que há de mais moderno em Dubai. É lá que está o Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo. Você pode conhecê-lo através da atração “At The Top – The Burj Khalifa Experience”, que permite uma visita ao mirante panorâmico localizado no 124º andar. O ingresso deve ser comprado antecipadamente via internet e custa 125 dhs (aprox R$67,50) para um adulto.

Ao lado do Burj Khalifa está o Dubai Mall, o maior shopping do mundo em área total. São mais de 1200 lojas, 120 restaurantes e cafés, 22 salas de cinema, um grande aquário e outras opções de lazer e entretenimento. O shopping possui uma ala especial, a Fashion Avenue, reservada para as principais grifes de luxo.  No interior do Dubai Mall há um aquário gigante, cuja proteção é considerada a “maior tela de acrílico do mundo”, com 32 metros de largura e 8 metros de altura. O aquário é impressionante e a variedade de peixes é enorme.

Depois você pode dar uma volta na Jumeirah Beach, mais especificamente na área que fica bem em frente ao famoso hotel Burj Al Arab, o principal cartão-postal de Dubai. A praia tem faixa de areia larga com águas limpas e calmas, ideais para um mergulho. Você pode aproveitar para se refrescar no calor dos Emirados curtindo o visual composto pelo belo edifício do hotel em formato de vela. O Jumeirah Beach Hotel possui em seu complexo o parque aquático Wild Wadi, outra atração que também pode ser visitada.

Depois de curtir a praia você pode passear pelo Madinat Jumeirah, um complexo que reúne restaurantes, lojas, hotéis e um souk tradicional. Ele foi construído ao redor de um canal artificial e é possível fazer um passeio de barco neste canal para curtir o cenário, que tem ao fundo o hotel Burj al Arab.

Você pode fazer um safári com jantar no deserto dos Emirados. O passeio é longo, dura cerca de seis horas, e tem início no meio da tarde. A empresa de turismo busca você no seu hotel num horário combinado quando você faz a reserva. O tour começa com um rally pelas areias do deserto até chegar a um acampamento de beduínos, onde ocorrem apresentações de dança e outras atividades, além do jantar.

Quer dar uma volta no shopping? Vá ao shopping Wafi é um dos mais bonitos da cidade e proporciona uma experiência diferente por causa de sua decoração, que é totalmente inspirada na temática egípcia, com uma grande pirâmide, estátuas e outros elementos que remetem ao Egito. É um shopping de luxo e conta com mais de 300 lojas e 30 restaurantes. Todas as noites ocorre um show de luzes e sons, com imagens projetadas na fachada externa do edifício.

O maior shopping outlet de Dubai é o Dubai Outlet Mall. Está localizado a cerca de 25 km do centro da cidade, na rodovia E66, a caminho do emirado de Al Ain. Não é um shopping bonito nem luxuoso, mas possui lojas que vendem produtos com bons descontos. Entre as marcas conhecidas estão: Adidas, Burberry, Diesel, Esprit, Guess, Mango, Nike, Tommy, entre outras. Há também algumas lojas multimarcas que vendem roupas como Armani Exchange, Abercrombie, D&G e outras marcas.

Faça um passeio na ilha artificial The Palm, mais precisamente no resort Atlantis The Palm, um complexo que reúne, além do hotel, muitos restaurantes, lojas e opções de lazer e entretenimento que podem ser visitadas pelos turistas, como um parque aquático e um aquário gigante. O parque aquático Aquaventure é um programa para toda a família e rende momentos de muita diversão. Ele possui tobogãs radicais, uma área infantil, corredeiras, praia artificial e uma praia natural particular com vista para a cidade de Dubai. Mesmo que você não queria brincar nas atrações do resort, vale a pena ir até o hotel nem que seja para bater umas fotos e admira-lo, pois o edifício impressionante.

Saindo da ilha The Palm, o próximo local a ser visitado é a Dubai Marina, um dos bairros mais recentes da cidade e que reúne alguns maiores arranha-céus de Dubai, construídos ao redor de um grande canal artificial. O belo cenário formado por dezenas de prédios estilosos representa toda a modernidade da cidade.

Contornando o canal artificial há um grande calçadão chamado Marina Walkque pode ser a opção de almoço neste dia, pois ao longo dele há diversos restaurantes.

Mais um shopping para visitar, o Mall of the Emirates, o segundo maior shopping de Dubai, que tem centenas de lojas e muitas opções de alimentação. Um dos seus principais atrativos é o Ski Dubai, uma grande pista de esqui coberta com direito a teleférico e muita neve artificial.

 

Passeios em Abu Dhabi

 

Bate-volta a Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes, que está localizada a 150 km de Dubai, numa viagem que dura em torno de uma hora e meia. Entre as atrações turísticas que podem ser visitadas na cidade recomendo pelo menos duas, o parque da Ferrari e a mesquita Sheikh Zayed.

Ferrari World é o parque diversões da Ferrari localizado na Yas Island, junto ao circuito de Formula-1 de Abu Dhabi. É um grande parque coberto com dezenas de atrações para todas as idades inspiradas no mundo da Ferrari, incluindo duas montanhas-russas. Uma delas é a Formula Rossa, a montanha-russa mais rápida do mundo, que chega a atingir 240 km/h.

Outra atração imperdível em Abu Dhabi é a Sheikh Zayed Grand Mosque, a maior mesquita dos Emirados Árabes. É possível entrar na mesquita em determinados horários, mas mesmo que você não queira ou não consiga entrar, vale a pena visitar seu pátio para tirar algumas fotos

Viu só quantas coisas legais para se fazer em Dubai. é um ótimo local para se visitar, lembrando sempre de observar bem sua cultura para não cometer nenhum erro.