fbpx

Trem na França como meio de transporte das suas viagens!

Trem na França como meio de transporte das suas viagens!

Tudo bem que Paris é incrível, mas nem só de Paris vive a França. Longe disso, na verdade! Uma das coisas para se fazer pela França é conhecer os vilarejos e as rotas dos vinhos das regiões da Alsácia e da Borgonha, além do charme e da gastronomia de Lyon. Pra fazer todos esses deslocamentos internos é legal optar pelo trem como meio de transporte principal.

Para viajar de trem na França, a SNCF (Société Nationale des Chemins de fer Français) é a principal empresa responsável pelo transporte ferroviário em todo o país. Como em toda Europa, o transporte ferroviário na França é muito forte e bastante utilizado por turistas e principalmente pelos locais.

Atualmente, são 4 os principais tipos de trem da SNCF em circulação no país:

  1. TER: Trem regional de velocidade média, o mais comum e que atende a maior parte das cidades francesas;
  2. Intercités: Também de velocidade média, atende a algumas poucas linhas específicas, principalmente ligando Paris a cidades em seus arredores;
  3. Ouigo: Trens de alta velocidade e tarifas mais baixas, a nova aposta da SNFC, mas que ainda atende a poucas linhas;
  4. TGV: Mais famoso deles, o TGV é a sigla para os trens de altíssima velocidade, que podem atingir mais de 300 km/h. Em geral, esses trens fazem tanto a ligação interna entre as grandes cidades francesas como também as viagens internacionais para as capitais e grandes cidades dos países vizinhos. São obviamente os mais rápidos, mais confortáveis, e com a tarifa mais cara.

 

Primeiramente você deve escolher entre passe e passagem. A passagem de trem é válida apenas para uma viagem entre duas cidades, ou seja, com itinerários previamente selecionados. Já o passe permite viagens ilimitadas de acordo com a quantidade de dias escolhidos. Você só precisa definir o(s) país(es) que pretende visitar para escolher o tipo de passe de trem.

Os valores das passagens de trem na França costumam oscilar bastante. Comprar com antecedência é a chave para encontrar os melhores preços nas passagens de trens na França. Os valores podem duplicar ou até mesmo triplicar quando a compra é feita no mesmo dia. Geralmente os trechos de trem na França costumam abrir para compra com 3 meses de antecedência da data da viagem. Os passes de trem possui um custo fixo durante o ano e podem ser adquiridos com até 11 meses de antecedência.

A malha ferroviária européia é motivo de inveja para 10 de cada 10 viajantes brasileiros. Não tem quem não pense “Porque no Brasil não temos um sistema de trens como o europeu?”. Na França não é diferente. Com 32 mil quilômetros de trilhos, o país tem uma das maiores malhas ferroviárias do mundo! Isso pra um país que nem é tão grande em extensão territorial. Só com esses números, você já deve ser capaz de imaginar que dá pra viajar de trem na França para praticamente qualquer destino interno, e esse mapa aí de baixo não me deixa mentir.

 

                    Mapa dos trilhos de trem na França

Mesmo as pequenas cidades costumam contar com suas estações próprias. Sendo assim, uma das razões para viajar de trem na França é que para a maior parte dos destinos que você escolher, haverá a possibilidade de ir de trem.

Viajar de trem na França é relativamente simples, não é nenhum bicho de sete cabeças. Primeiro que você já pode pesquisar e comprar as passagens ainda do Brasil, pagando com seu cartão de crédito e recebendo todas as informações sobre o trajeto. Segundo que existem aplicativos da própria SNCF que te dão informações atualizadas e enviam notificações sobre a sua viagem. Outra funcionalidade bem legal do app e do site é que você pode ver em tempo real um mapa mostrando aonde está um determinado trem, e com uma estimativa do tempo previsto para a chegada até a estação. E por último, as estações de trem na França são quase sempre bem próximas da região central das cidades, são bem sinalizadas, e os monitores espalhados avisam sobre a chegada dos trens, sobre o número correto da plataforma ou sobre possíveis atrasos. Ao contrário de uma viagem de avião, dá pra chegar na estação de trem uns 15 ou 20 minutos antes do horário sem maiores problemas.

O trem é um meio de transporte que sofre pouca influência de fatores externos (não tem “trânsito” e acidentes são incomuns). Por conta disso, viajar de trem na França costuma ser garantia de pontualidade.  Atrasos entre 5 e 10 minutos são bem normais. E não é por conta disso que você pode chegar atrasado: lembre-se de respeitar os 15 a 20 minutos de antecedência para não correr riscos.

Viajar de trem na França pode ser uma ótima forma de otimizar seu tempo, já que todo o processo costuma ser extremamente rápido e dinâmico. Grandes distâncias acabam sendo percorridas em poucas horas. Seu tempo total de viagem fica mais curto e você consegue aproveitar melhor o seu dia.

Pra não dizer que “tudo são flores”, viajar de trem não é algo exatamente barato. Toda essa qualidade tem o seu preço, e mesmo no caso dos tickets promocionais a viagem de trem pode não ser “O” jeito mais barato de se deslocar pela França. No caso de optar por comprar passagens por trecho, ressaltamos que o ideal é pesquisar NO MÍNIMO com 3 meses de antecedência. Por conta disso, quem deixa pra se programar em cima da hora pode acabar tomando um susto com as tarifas praticadas se não optar por um passe promocional.

Lembre-se:

Antes de entrar no vagão, procure validar sua passagem na composteur, uma maquininha espalhada pelas estações, para evitar multas durante o embarque. Os passes também precisam ser ativados, portanto, procure um guichê durante o primeiro dia de sua viagem de trem na França para a validação. Não esqueça de levar o seu passaporte, pois ele deverá ser solicitado. Com isso, basta procurar pela sua plataforma de embarque através dos painéis das estações. Eles indicam o tipo do trem, o número, a hora e o destino para embarcar no vagão correto.